Cartão postal do município, bairro destaca-se na geografia urbana como polo convergente

No mundo todo, o espaço urbano tem se reconfigurado. O centro permanece uma região equidistante, mas já não é a única que congrega multifunções. Novas centralidades têm emergido em razão da possibilidade de minimizarem o tempo gasto, os desgastes e os custos associados aos deslocamentos espaciais. Em Ubatuba, não poderia ser diferente. Uma coisa é percorrer seus 100 km de extensão a fim de conhecer as praias e admirar as paisagens. Outra é sair do Lázaro em direção ao centro para ir ao banco, ao supermercado, ao shopping, em plena temporada, com um trânsito de lascar. Deixa qualquer um irritado, por isso é boa a promessa de que tudo estará a poucos quilômetros de distância, num lugar lindo, plano, perfeito: o Saco da Ribeira.

Essa vocação para ser uma nova centralidade de Ubatuba, capaz de desafogar o trânsito e tornar o município mais sustentável, começa a ser trilhada a partir de um estudo da Urban Systems,  empresa de Business Intelligence especializada em pesquisa comportamental e análise de dados estatísticos em mapas digitais, para dimensionamento de mercados e levantamento de tendências em cidades. O resultado são cenários denominados de Lógica Urbana, que explicam a relação entre o comportamento das pessoas e as correlações com o mercado e as instituições, dentro de um determinado espaço geográfico.

E a lógica é essa: valer-se da posição geográfica do Saco da Ribeira para formar uma nova centralidade, com melhoria da infraestrutura viária e paisagística, oferta de comércio e serviços de alta qualidade e implantação de waterfront para lazer e contemplação da natureza. 

Trata-se de uma adaptação da região às transformações sociais, econômicas, culturais e políticas, que imprimem a necessidade de novos pontos de convergência de uma parcela da população, em busca de comodidade.

O Saco da Ribeira será o ponto de referência de quem está na Domingas Dias, Lázaro, Sununga e Flamengo. Isso em relação às necessidades do dia a dia, porque, em matéria de beleza, o Saco da Ribeira continuará atraindo turistas do mundo inteiro!